Procurar no site


Acrotramp Clube de Caldas inicia época com excelente prestação no campeonato distrital de duplo Mini-Trampolim e Tumbling, conquistando 14 primeiros lugares

19-01-2015 15:31

Decorreu no passado sábado, dia 10 de Janeiro, o Campeonato Distrital de Duplo Mini-Trampolim e Tumbling, no Pavilhão Municipal Rainha Dª.Leonor (ginásio anexo) em Caldas da Rainha, reunindo cerca de 200 ginastas, distribuídos pelas diferentes categorias.

Este ano e à semelhança do ano anterior, a prova de tumbling recebeu os ginastas de Santarém, numa organização conjunta entre a Associação de Ginástica do Distrito de Leiria e a Associação de Ginástica de Santarém.

O Acrotramp Clube de Caldas, esteve presente nesta prova com 34 ginastas, e alcançou os objectivos propostos para esta altura do ano, ou seja incentivar novos ginastas para a prática da modalidade e apurar os ginastas com maior nível técnico para o Campeonato Nacional.

Quase todos os ginastas do clube, conseguiram os mínimos para a prova qualificativa (Fevereiro) que dá acesso ao campeonato nacional a realizar no mês de Abril.

 O Acrotramp Clube de Caldas, aproveitou o facto deste evento realizar-se na nossa cidade para proporcionar ao maior número possível de jovens, a primeira experiência competitiva formal nestas modalidades.

No Tumbling e em Infantis Femininos (categoria onde não existe pódio individual, por norma da federação) sagraram-se campeãs distritais por equipas as seguintes ginastas: Ariana Marques, Teresa Pereira e Marta Pereira.

No mesmo aparelho e na mesma categoria, foram vice-campeãs distritais a equipa do A.C.C. composta por, Maria Inês Custódio, Madalena Martins e Marta Romão.

Estiveram todas muito bem na realização das suas séries. Executaram os movimentos de forma correcta e sem falhas.

No escalão de Iniciados masculinos, Guilherme Sebastião foi campeão distrital individual e foi também campeão distrital por equipas com os ginastas Guilherme Dias e Gabriel Venâncio. Guilherme Sebastião cumpriu as séries de forma segura, executando com bom nível, permitindo o apuramento directo ao campeonato nacional.

Guilherme Dias e Gabriel Venâncio, pela primeira vez em competição, realizaram as séries programadas sem falhas.

Henrique Nascimento foi vice-campeão distrital na categoria de Juvenis masculinos, realizando duas boas séries. Este jovem ginasta teve a melhor execução no seu escalão, necessitando no futuro de “colocar” mais dificuldade.

Na categoria de Juniores, Miguel Faria (bicampeão nacional e ginasta internacional), sagrou-se campeão distrital, com séries muito seguras e com boa dificuldade. Nesta categoria (juniores), Pavlo Stratovych, alcançou o pódio (3º lugar), com séries bem executadas.

Ana Costeira em Seniores femininos foi vice-campeã distrital, realizando bem as suas séries. Ana Costeira, foi durante anos ginasta de categoria, sendo campeã nacional várias vezes e ginasta internacional. Neste momento tem a sua vida profissional estabilizada e veio competir, contribuindo para a classificação colectiva, mesmo com poucos treinos realizados.

Nos Seniores masculinos foram campeões por equipas, Henrique Lino, Manuel Oliveira, Iúri Lage e Nazar Stashko, 1º, 2º, 3º e 4º lugares respectivamente. Henrique Lino (campeão nacional em titulo e ginasta internacional), foi campeão distrital com duas boas séries, executadas com muita garra e determinação. Manuel Oliveira em seniores (vice-campeão nacional no ano transacto), executou as suas séries com duplos mortais finais nas posições engrupada e encarpada de forma muito consistente.

Iúri Lage e Nazar Stashko estiveram parados por lesão (Iúri, na articulação do pulso e Nazar na articulação da tibiotársica), estiveram muito bem atendendo ao tempo de treino para esta prova. Realizaram as séries sem qualquer falha, com bom ritmo e muita segurança.

No Duplo Mini-trampolim, no escalão de Infantis, a equipa constituída por Madalena Martins, Teresa Pereira, Marta Romão e Maria Inês Custódio, sagraram-se campeãs distritais por equipas. Foi o baptismo em competição destas jovens ginastas e conseguiram superar o nervosismo natural da primeira prova. Realizaram muito bem as suas séries e ganharam com todo o mérito.

Catarina Silva (vice-campeã distrital), Margarida Henriques (3ª classificada) Sofia Vala e Filipa Araújo (Iniciados femininos), sagraram-se campeãs distritais por equipas, em Duplo Mini-Trampolim. Estas ginastas realizaram a sua competição com bom nível técnico. O clube acredita nas potencialidades destas ginastas e prevê que irão ter um bom desempenho nas competições que se seguem, mais concretamente, na prova qualificativa e no campeonato nacional.

Nesta categoria participaram ainda as ginastas Frederica Barreto, Laura Céu, Francisca Coutinho e Carolina Santos, com boas prestações, sobretudo se atendermos ao facto de que algumas destas ginastas, participarem pela 1ª vez em competição.

Em Iniciados masculinos, os ginastas do Acrotramp, conseguiram o pleno, posicionando os três ginastas no pódio individualmente. Assim, Gabriel Venâncio, foi campeão distrital, (apurado directamente para o campeonato nacional), Guilherme Sebastião foi vice-campeão distrital e Guilherme Dias alcançou o 3º lugar. Naturalmente foram campeões distritais por equipas. Estes ginastas estiveram muito bem e executaram correctamente as suas séries.

 No mesmo aparelho e na categoria de Juvenis femininos, a equipa constituída por Beatriz Rodrigues, Marta Santos e Margarida Romão, classificaram-se em 1º lugar do pódio, por equipas (campeãs-distritais). Estas ginastas foram consistentes na realização dos movimentos técnicos programados e estiveram ao seu nível.

Nas Juniores femininos, as ginastas Mariana Romão (vice-campeã distrital), Mariana Henriques (3º lugar) e Anna Pavliv (4ª classificada), sagraram-se campeãs distritais por equipas. Mariana Romão e Mariana Henriques estiveram muito bem e executaram as séries com segurança e bom nível técnico. Anna Pavliv ginasta com um bom percurso nesta modalidade, teve uma falha na saída da 2ª série e comprometeu um lugar no pódio. Nada que atrapalhe o percurso da ginasta, pois tem o seu valor e tratou-se da primeira prova da época.

Nos Juniores masculinos, Rafael Carvalho, sagrou-se vice-campeão distrital, a 1 décimo do 1º classificado. Uma recepção a pisar a zona limite comprometeu a vitória num escalão onde é de longe o melhor ginasta. Prova desta afirmação é que foi o único júnior a colocar um múltiplo (duplo mortal com meia pirueta) na série facultativa.

Na categoria de Seniores femininos, Màgui Lage sagrou-se vice-campeã distrital individual e campeã distrital por equipas, juntamente com Neuza Rocha e Ana Costeira. Mágui Lage executou ao seu nível as duas séries, com muita determinação e correcção técnica. Neuza Rocha entrou pela 1ª vez em competição e esteve muito bem realizando as suas séries com segurança. Ana Costeira, cumpriu as suas séries e contribui com a sua experiência para o fortalecimento do Clube nesta prova. Continua a ser uma “referência” para os ginastas mais novos e a sua presença é sempre motivadora não pelo desempenho técnico, mas sim pela forma como está na ginástica e na própria vida.

A equipa composta por Henrique Lino (2º lugar), Iúri Lage (3º lugar) e Manuel Oliveira (4º classificado) sagrou-se campeã distrital por equipas. Estes ginastas realizaram as suas séries com boa execução e com alguma dificuldade. São ginastas de tumbling que participaram neste aparelho, contribuindo para o sucesso colectivo do clube nesta competição.

Continua o Acrotramp Clube de Caldas no caminho certo, alcançando bons resultados, perspectivando-se assim, um futuro promissor na modalidade, atendendo ao facto da maioria dos praticantes pertencerem aos escalões etários mais baixos (infantis e Iniciados).

Uma palavra de agradecimento por parte da direcção do clube a todos os ginastas que ajudaram no transporte do material e organização da competição.

Os ginastas, treinadores (professor Stélio Lage e professora Margarida Alexandra Lage), pais e direção do Acrotramp estão de parabéns, pois todos contribuíram (cada um à sua maneira e em determinado momento), para o sucesso que foi esta primeira prova, da época de 2015.